quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Eu já...



Fala sério, né galera? Quem não tem aquela história, no mínimo, "tensa" pra contar?

Pois bem, aqui vai a minha...

Vejam só que praia bonita... Fica até difícil de se imaginar algo desagradável num cenário como este.

Porém, aconteceu...

Estava eu, tranquilo, numa viagem com os amigos... curtindo tudo do bom e do melhor...
Manhã de sol... fui preparar o meu café da manhã... Aquele pão fresquinho, guaraná natural pra dar bastante energia...
Porém, errei na dose. O guaraná estava muito forte. Eu havia colocado uma quantia dentro de um copo e depois adicionei água. Como estava forte e o copo estava cheio, tomei metade e completei o restante com mais água. E fiz isso de novo, de novo e de novo. Humm agora sim! Está uma delícia. Vamos à praia \o/

Fomos a esta praia da foto. Local de difícil acesso. Tivemos que parar o carro no alto e descer por uma trilha, em meio as pedras. Mas quem se importa? A vista da praia estava maravilhosa! =D

A água estava perfeita. Na temperatura ideal para te refrescar, sem fazer você sentir frio. Nossa, nada poderia estragar este dia.

Eis que tenho a sensação de ter levado um soco no estômago, junto com a chegada de uma carta na caixa do correio. Aquela sensação que faz você engolir seco, respirar fundo e contrair as nádegas.

Neste desespero, cometi um grande erro. Comecei a analisar a situação. A praia está cheia, a trilha é aberta, a casa está longe, não tem mato em lugar nenhum... A ÁGUA É CRISTALINA!!!

Esta aflição só piorava a minha situação... procurei um lugar pra me sentar, pra tentar me acalmar, administrar a situação... consegui até tirar um chochilo.

Mas também, quando acordei, foi pra agiir: agora ou nunca! Sem nenhuma outra alternativa, comecei a nadar pra bem longe... Com uma grande limitação (todos sabem que nessas horas parece que algo drena nossas energias), consegui me afastar bem da margem...


Pensei comigo mesmo: "é aqui mesmo"... Abaixei as calças, porém ouvi um barulho. Me virei já temendo pelo pior. Um barco de turismo passava bem próximo. Óbvio que desconfiaram!! O que uma pessoa em sã consciência estaria fazendo tão isolado da praia, sem nenhum colete ou parafernalha que ajude a "navegação"???

Foi aí que cometi o 2° erro. O que eu fiz? Nadei pra mais longe ainda...
Pronto, cheguei num lugar que ninguém pode me ver... Sem força alguma e com a barriga quase explodindo, preparei o brioco e mandei o torpedo!

Ahhhhhh, até que enfim... Agora é só voltar pra areia... Mas enquanto eu nadava aquela merda me seguia... e não era parecido com um cachorrinho bonitinho que a gente diz pra mãe: "mas ele me seguiu até aqui"...
Aquilo era um monstro! Eu cheguei a pensar que ele poderia causar um desequilíbrio na natureza, comendo os animais de menor porte (como um golfinho ou uma tartaruga) .

Já havia se passado quase 1 hora desde que eu entrei na água pra me aventurar nesta cagada da morte, e ainda faltava muito pra eu conseguir voltar pra areia. Eu já não conseguia nem bater as pernas, a corrente exigia muito esforço, eu não ia conseguir voltar pra areia.

Foi então que eu percebi que tinha 2 escolhas... A primeira era levantar o braço e tentar gritar, na esperança de que um Salva-Vidas pudesse me socorrer... A segunda era a morte...

Mesmo morrendo de vergonha, fiz a minha escolha! Negociei com a morte, pedi um pouco mais de força, pra tentar chegar pelo menos até um barco vazio que eu havia avistado no meio do caminho. ( o que?? você acha que eu ia levantar o braço? pra todo mundo gritar: ALGUÉM AJUDA O CAGÃO!! neeeeeem pensar =D)

Depois de beber muita água, finalmente, consigo chegar até o barco abandonado. Minhas pernas estavam trêmulas, eu estava muito ofegante.. foi o tempo de eu deitar e desmaiar. Algum tempo depois, eu acordo com a cara ardendo, pois o sol estava muito quente... Eu ainda estava muito debilitado pra seguir viagem até a areia.

Folego recuperado, hora de voltar pra areia e ser sacaneado por meus amigos eternamente. =(

Observações importantes:
1° Eu não me orgulho do que fiz, mas eu precisava fazer! Não havia outra alternativa. Vocês queriam o que? Que eu fizesse na frente de todo mundo pras criancinhas falarem: "olha mãe, é o goku"??? No way

2° Estou só brincando, esta história é fictícia, jamais faria uma coisa dessas................

7 comentários:

  1. uhuhas UAhu aU uha uhA uhhuauh AUhu auh A e o cara ainda conta isso... =D

    ResponderExcluir
  2. [quote]2° Estou só brincando, esta história é fictícia, jamais faria uma coisa dessas................ [/quote]

    Sei seii que é fake ^^

    É so para não ficar tao feio pro seu lado xD

    Super Sayajin xD

    ResponderExcluir
  3. aaaaaaaa era tudo mentirinha?

    ResponderExcluir
  4. Amigo meu ja fez algo parecido HUAHUAHUAHUA
    Mas nao se fodeu no mar... e a agua nao era tao limpida...

    Resta a pergunta:
    É ficcao mesmo?

    ResponderExcluir
  5. e então...era o Goku?

    ResponderExcluir